top of page

Removendo Umidade em Poliuretano Usando Pó de Peneira Molecular

O pó de peneira molecular fornece a resposta completa para problemas de eliminação de umidade em uma ampla variedade de aplicações, desde plásticos à base de poliuretano, revestimentos, selantes, calafetagens, formulações adesivas de vários tipos até secagem de pigmentos, secagem de solventes, etc.

polyurethane adhesive

Escolha o Tipo Adequado de Pó de Peneira Molecular

Não sabe que tipo de pó de peneira molecular se adapta ao seu sistema de poliuretano? Leia os detalhes a seguir e encontre o mais adequado para seus produtos.

Por que a Umidade é um Problema no Poliuretano?

A umidade em materiais de poliuretano é fácil de causar bolhas de poliuretano, afetar a viscosidade, o tempo de cura e a vida útil dos produtos, que devem ser bem controlados em seus produtos acabados.

1. Reação Ideal de Formação de Poliuretano

O poliuretano é formado através de uma reação de adição entre um isocianato (R-NCO) e um poliol (R'-OH). Esta reação pode ser representada da seguinte forma:

R1​−NCO + R2​−OH → R1​−NHCOO−R2

Nesta equação, R1 e R2 representam os grupos alquil ou aril do isocianato e poliol, respectivamente, NCO representa o grupo isocianato e OH representa o grupo hidroxila.

2. Impacto da umidade na reação

Se houver umidade no sistema, os grupos hidroxila (-OH) na água podem reagir com grupos isocianato, levando a dois problemas principais:

a. Formação de dióxido de carbono: O grupo hidroxila na água reage com grupos isocianato, levando à formação de dióxido de carbono (CO2), que é liberado por meio de uma reação de eliminação. Esta reação é representada como:

2(R1​−NCO) + H2​O→R1​−NHCONH−R1​+CO2​

Esta reação consome dois grupos isocianato para produzir uma molécula de dióxido de carbono, o que não só reduz a quantidade de isocianato disponível para a formação de poliuretano, mas também leva à formação de bolhas na mistura polimérica devido à liberação de gás CO2.

3. Problemas causados pela umidade

  • Formação de gás e borbulhamento: A reação entre a água e o isocianato pode produzir gás dióxido de carbono (CO2), que pode ficar preso dentro do poliuretano em cura, causando bolhas e defeitos.

  • Aumento da Viscosidade: A presença de umidade pode aumentar a viscosidade da mistura de poliuretano, dificultando a aplicação e o trabalho.

  • Cura prematura: A umidade pode acelerar o processo de cura , levando à cura prematura e a uma vida útil mais curta. Isto reduz o tempo disponível para a aplicação e manipulação do poliuretano, podendo levar a produtos incompletos ou curados inadequadamente.

  • Comprometimento da propriedade física: As reações colaterais iniciadas pela umidade podem comprometer as propriedades físicas do poliuretano curado, como sua resistência, flexibilidade e durabilidade.

  • Risco de corrosão: Gases ácidos, como o CO2, produzidos a partir da reação com a umidade podem causar corrosão dos componentes metálicos em contato com o poliuretano.

Como Selecionar o Pó de Peneira Molecular

Escolher o pó de peneira molecular correto é essencial para o seu produto de poliuretano, garantindo aos produtos finais qualidade qualificada e alto desempenho.

Peneira Molecular em Pó 3A

Adsorva apenas água. Todos os outros pó de peneira molecular 4A, 5A, 13X têm maior abertura de poros e podem adsorver outras moléculas, como o nitrogênio. Tais moléculas serão dessorvidas novamente quando a água for adsorvida. E, portanto, existe a possibilidade de formação de bolhas no revestimento.

Peneira Molecular em Pó 4A

Possui maior abertura de poros do que o pó da peneira molecular 3A. Existe a possibilidade de formação de bolhas no revestimento. Deve prestar atenção se é viável em seu sistema.

Peneira Molecular em Pó 3A LPT

Peneira Molecular em Pó 3A LPT é um pó de peneira molecular melhorado 3A. Adequado para sistemas de poliuretano que requerem longa vida útil.

Peneira Molecular em Pó 4A LPT

Peneira Molecular em Pó 4A LPT é um pó de peneira molecular melhorado 4A. Adequado para sistemas de poliuretano que requerem longa vida útil.

Peneira Molecular em Pó 5A

Possui maior abertura de poros do que o pó da peneira molecular 3A. Existe a possibilidade de formação de bolhas no revestimento. Deve prestar atenção se é viável em seu sistema.

Peneira Molecular em Pó 13X

Possui maior abertura de poros do que o pó da peneira molecular 3A. Existe a possibilidade de formação de bolhas no revestimento. Deve prestar atenção se é viável em seu sistema.

Geração de Oxigênio

Purificação de Hidrogênio

Secador de Ar

Medical Oxygen Concentrator

Secagem de Flores

Cromatografia

Areia para Gatos

Respiradouro de Transformador

Secagem de Contentores

Respirador de Transformador

Remoção de Umidade de Poliuretano

bottom of page